Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

StartApps

Um blog de Teresa Noronha sobre Startups, Apps e empreendedorismo em português.

Smartphone review#3: Asus Zenfone Selfie

Zenfone_S_2.JPG


Fotografia Hugo Noronha 


 


Neste último mês estive com o Asus Zenfone Selfie. Num período em que queria tratar mais do tema fotografia para o blog, passar a estar presente no instagram e fazer algumas entrevistas. Foi o telemóvel perfeita para a ocasião.


É verdade que algumas boas aplicações ajudam, que o Workshop da Isabel Saldanha no Colombo me permitiu usufruir de algum conhecimento, a verdade é que a qualidade com que se tira a fotografia no momento é essencial.


Verdade seja dita que ainda tenho muita margem para melhorar no que toca a phone photography, na tradicional tenho um mundo, ganhei a consciência da pixelagem na qualidade das fotografias.


O Asus Zenfone selfie é o smartphone indicado para todos aqueles querem ter selfies com qualidade. Apresenta uma camara frontal de 13MP. Associada à fotografia, apresenta uma galeria própria a GaleriaZ e possui uma aplicação que permite editar profissionalmente a selfie acabada de tirar.


 


Zenfone_S_1.JPG


 Fotografia Hugo Noronha


 


Ecrã


O Zenfone selfie apresenta um ecrã grande de 5,5 polegadas com uma resolução de 1920x1080 pixeis com tecnologia HD IPS, ou seja de grande resolução. A qualidade da imagem do ecrã é muito boa, tem uma densidade de 403 pixeis por polegada. O material do ecrã é o Gorilla Glass 4 que apresenta uma proteção contra pancadas e arranhões.


 


Design


O Zenfone Selfie apresenta um design na linha dos modelos Zenfone. A parte traseira é feita de plástico e é destacável permitindo o acesso ao cartão SIM (Dual Sim) e Bateria. Esta capa pode ser substituída por outras de cores diferentes, as quais são compradas à parte.


Apresenta um peso de 170g e as suas dimensões são 156,5x77,2x10,8mm.


Tal como os outros modelos da linha Zenfone, na parte inferior apresenta 3 botões touch (Voltar Atrás, Menu Inicial e Aplicativos).


 


Zenfone_S_3.JPG


 Fotografia Hugo Noronha


 


Câmeras


O Zenfone Selfie apresenta uma excelente câmera frontal de 13MP, flash Dual LED, foco automático e lente grande angular de 88 graus com abertura de f/2,2. As fotografias tiradas apresentam cores vivas e bastante reais e uma granularidade muito baixa. Se quisermos tirar uma selfie à noite, o Asus Zenfone Selfie sai-se muito bem. Podem ligar o flash mesmo antes de tirar a Selfie. A câmera traseira também apresenta 13MP e flash LED duplo e foco a laser. A abertura é de f/2,0. Associado à câmera temos o tratamento da Selfie que nos permite "on the fly", realizar otimizações na fotografia.


O equipamento tem alguns apontamentos de pormenor muito interessantes. Com o ecrã bloqueado se desenharmos um "S" o Zenfone Selfie liga-se automaticamente no modo câmera frontal e fica preparado para aquela Selfie instantânea que não pode esperar. Também existe a possibilidade de ativar a câmera traseira do mesmo modo, mas desenhando a letra "C".


Se estivermos interessados em fazer vídeos ambas as câmeras filmam a 1080p e 30fps, apresentando uma qualidade excelente acima dos seus concorrente mais diretos.


 


Zenfone_S_4.JPG


 


 


Bateria


O desempenho da bateria foi de acordo com o esperado. É uma bateria de 3000 mAh removível que através da sua gestão de energia consegue fazer a carga render mais de 1 dia, utilizando o smartphone ativamente.


 


Performance


O Asus Zenfone Selfie está equipado com um processador octa-core Snapdragon 615 de 1,5GHZ, 2 ou 3GB de memória RAM e 16GB de armazenamento inteiro que pode ser expandido no máximo a 128GB através de um cartão MicroSD. O seu sistema operativo carregado é o Android 5.0 (Lolipop), com uma interface específica da ASUS (ZenUI). Na minha utilização que é muito ativa, com gravações, fotografias e utilização de muitas Apps e redes sociais, não tive qualquer problema de performance.


 


Zenfone_S_5.JPG


 


Resumo


O Asus Zenfone Selfie é um Smartphone adequado sobretudo a quem gosta de ter uma câmera frontal potente e específica para a fotografia. Possui uma grande angular que permite tirar Selfies de forma a que todos fiquemos na fotografia. Se é um apaixonado por esta temática certamente que deverá ter em conta este equipamento, para a excelente relação preço, qualidade, capacidade.


 


Pontos fortes



  • Excelente qualidade da câmera frontal e todas as possibilidades de tratamento e edição das fotografias, de grande qualidade.

  • Bateria bastante durável com modo de recarrega rápido (tecnologia BoostMaster).


 


Pontos a melhorar



  • O ecrã com as suas 5,5 polegadas não facilita a sua usabilidade com uma só mão.

  • A estrutura do equipamento é um pouco frágil.


 


Zenfone_S_6.JPG


 

Smartphone review#2: Alcatel Idol 4s

Alcatel_Idol4S.JPG


 


A Alcatel lançou o seu novo flagship no mercado dos smartphones, o Idol 4S e que eu tive a sorte de poder experimentar. Foi desenhado para competir com os smartphones topo de gama existentes no mercado, apresentando um fator de diferenciação em relação aos demais, já vem com os "óculos" de realidade virtual - VR Headset.


 


Após ter estado utilizado o Idol 4s cheguei a algumas considero que estamos perante um equipamento bastante sólido com uma excelente relação preço qualidade, apresentando uma boa performance, bateria com um bom tempo de vida e um ecrã AMOLED de grande qualidade.


 


Alcatel_Idol4S_2.JPG


 


Construção


A Alcatel optou por minimizar a utilização do plástico no Idol 4S, sendo os principais materiais utilizados na sua construção o vidro e o metal. A construção é robusta revelando uma preocupação acrescida da Alcatel nos acabamentos finais, com os rebordos em torno do smartphone tanto no smartphone como nos óculos apresentam um polimento impecável e uma acabamento final irrepreensível. O botão de Ligar/Desligar o smartphone encontra-se no canto superior esquerdo, o qual na minha opinião deveria estar localizado numa posição mais neutra como por exemplo na parte superior central tornando-se mais "amigável" para com os destros e esquerdinos. Na parte superior apresenta uma entrada para auscultadores e na parte inferior o microfone e uma entrada USB. Na parte lateral direita encontram-se os botões de volume e o botão BOOM. O botão BOOM é costumizável podendo ser utilizado por exemplo para lançar aplicações ou tirar fotografias. Pode também ser utilizado para "amplificar" características de determinadas aplicações como efeitos de amplificação ou surround em audio ou video. Para quem gosta de efeitos especiais é um ponto a reter.


 


Alcatel_Idol_4S_1.JPG


 


Ecrã


O Idol 4S apresenta um ecrã Quad HD Super AMOLED com 5,5 polegadas. É um ecrã de grande qualidade apresentando um boa luminosidade, vivacidade nas cores, profundidade e a sua resolução HD é suficiente para a vertente Realidade Virtual ao qual este equipamento se propõe. Ainda que exposto à luz solar consegue-se ver a informação sem apresentar problemas.


 


Alcatel_Idol4S_6.JPG


 


Performance


O Alcatel Idol 4S vem equipado com o processador Qualcomm Snapdragon 652, 3GB de RAM, armazenamento interno de 32GB e uma capacidade de armazenamento externo por cartão MicroSD até 512GB.  Durante a minha utilização o smartphone apresentou um desempenho rápido e sem bloqueios tanto na navegação, execução de múltiplas aplicações em simultâneo, gravação de Vídeos em 4K ou execução de jogos com grande consumo de recursos do equipamento. Tem uma bateria de 3,000mAh, suficiente para aguentar um dia inteiro de utilização. No caso de não ser suficiente o Alcatel Idol 4S tem a capacidade de ser recarregado de forma rápida conseguindo carregar 60% da bateria em cerca de 30 minutos


 


Alcatel_Idol4S_3.JPG


 


Conectividade


O Alcatel Idol 4S é compatível com as redes GSM, Blutooth 4.2, WI-FI e NFC.  Para quem não sabe, o NFC é uma tecnologia que permite a troca de informações sem fio e de forma segura entre dispositivos compatíveis que estejam próximos um do outro. Como por exemplo temos agora os pagamentos em terminais de supermercado (POS).


 


Câmera


O Alcatel Idol 4S vem equipado com uma câmera traseira de 16MP e uma frontal de 8MP. As fotografias captadas revelaram uma imagem nítida e limpa com pouca granularidade, o que denota uma performance sólida na sua relação preço qualidade.


 


Software


No Alcatel Idol 4S corre o sistema operativo Android 6.0 Marshmallow com algumas costumizações


 


Realidade Virtual


Os óculos de realidade virtual vêm em forma de caixa, que aliás é a própria caixa do Alcatel Idol 4S. Vem também acompanhado de um par de headphones JBL que completam a experiência. O material de construção utilizado é o plástico e a espuma nos locais de contacto com a face e possui 2 botões de navegação para as ação "anterior" e "seleção".


São confortáveis de usar mas poderia haver uma forma de ajustar a lentes à face, como fazemos com um par de binóculos e que poderá vir a ser apresentado em novas versões.


A Alcatel proporciona out of the box um conjunto de experiências de realidade virtual entre as quais jogos e videos 360º. Eu utilizei alguns jogos e gostei da experiência. É uma experiência que funciona, não defrauda.


Temos também a possibilidade de aceder a uma loja online. Eu utilizei jogos de entretenimento e educativos, um deles de uma visão no espaço em que o papel do jogador é o de astronauta que tem a noção que se encontra no céu a navegar ao mesmo tempo que é apresentada informação sobre os planetas aos quais nos aproximamos, tendo desde logo um contacto com a dimensão, cor e disposição dos planetas no sistema solar.


Ainda que em fase inicial, a realidade virtual é já um mundo a explorar e que apresenta um estado da arte que já surpreende, embora continue a ter muito espaço para melhorar.


 


Alcatel_Idol4S_5.JPG


 


Conclusão


O Alcatel Idol 4S alcançou as minhas espectativas e os objetivos a que se propôs e que apresenta e na minha opinião até foi um pouco mais além, com o tema dos óculos e da realidade virtual apresentada.


É um smartphone com uma construção robusta, excelentes acabamentos, performance sólida e uma câmara competente, sendo desta forma um sério competidor no seu segmento. O passo à frente foi sem dúvida a inclusão da experiência da realidade virtual a qual apresenta uma posição clara da Alcatel em querer ter "voz ativa" a par da Samsung neste mercado emergente.


 


Pontos Fortes:



  • Excelente relação qualidade preço

  • Bons acabamentos no Smartphone e Óculos

  • Inclusão dos óculos de realidade virtual

  • Altifalante externo de excelente qualidade

  • Ecrã de grande qualidade


 


Pontos a melhorar:



  • Sem uma capa protetora escorrega das mãos

  • O botão ligar desligar poderia estar numa posição mais neutra

  • Nos óculos existir possibilidade de ajuste das lentes à face, como é feita nos binóculos


 


Podem encontrar as especificações técnicas do equipamento aqui. Boa recomendação para quem quer estar a par da experiência virtual.

Dicas para quem quer adquirir um novo smartphone

smartphones-2016.jpg


 (Imagem retirada da internet)


 


Comprar um smartphone é um processo que requer um pouco de pesquisa. Embora possamos chegar a uma loja e escolher um modelo que nos seja aconselhado, existem mesmo assim probabilidades de estarmos a adqurir um smartphone que não consiga suprir as nossas necessidades. Da mesma forma, a compra de um smartphone topo de gama pode ser também um mau investimento, já que podemos não estar a utilizar todas as suas capacidades tanto ao nivel de hardware como do sistema operativo. Em alguns casos, ter menos recursos é a escolha mais acertada e que melhor combina com o nosso orçamento.



Deixo-vos alguns conselhos práticos a ter em consideração antes de comprar um smartphone. Estes conselhos deverão ser encarados como uma ferramenta auxiliar e não como regras rígidas. Afinal o que mais importa é possuir um smartphone que supra as nossas necessidades.


 


1. Operadora Móvel
Antes de escolher qual smartphone pretendendemos comprar, devemos escolher qual a operadora queo  vai servir. Se por acaso já tem um contrato com alguma operadora, saiba que pode ter descontos na compra de um smartphone fazendo com que a compra do smartphone possa custar menos. Se o plano for um pré-pago, pesquise ainda assim o preço das ligações dos planos economicamente mais favoráveis. Algumas operadoras fazem promoções com smartphones de fabricantes com as quais têm parcerias e por isso apresentam equipamentos com valores de mercado mais apelativos.


 


2. Sistema Operativo
O sistema operativo é a peça de software que nos permite interagir com o smartphone. Não existem sistemas operativos melhores ou piores, mas sim com oferta de funcionalidades diferentes e com pontos fortes e outros em a melhorar. A pergunta que se coloca é de facto “Qual é o melhor sistema operativo para mim?”.



Tanto o iOS quanto o Android e o Windows Phone possuem interfaces muito acessíveis e quegeralmente não trazem dificuldades na sua utilização. Recomendo uma ida até uma loja para navegar um pouco em diferentes smartphones com diferentes sistemas operativos e verificar qual se adapta melhor a si.



O iOS presente no iPhone, é estável e possui um grande número de aplicações. É um sistema operativo muito simples e prático não existindo portanto muitas opções de personalização. Já o Android permite uma maior personalização e, como cada fabricante e operadora podem incluir modificações na interface e nas aplicações, é comum encontrar Androids “diferentes” dentro da mesma versão do sistema operativo. No caso do sistema da Google, o número de aplicações gratuitos é maior.



O Windows Phone é o sistema operativo com menos consumidores até ao momento, mas tem uma utilização tão simples quanto os seus concorrentes. O sistema possuiu até ao moemento menos aplicações em relação aos iOS e ao Android. A personalização deste interface ainda não é fácil de conseguir. O seu ponto forte é a integração direta com o Windows, sistema mais utilizado em PCs, por isso e se for importante esta funcionalidade para si, é uma hipótese a considerar.


 


3. Evite a compra de smartphones em risco de desactualização
Geralmente pretendemos que o smartphone tenha alguma longevidade. Atualmente os fabricantes produzem smartphones para terem uma vida útil entre 2 a 3 anos. Depois desse período, o hardware pode ficar desatualizado e o sistema operativo pode deixar de receber atualizações. Nesse sentido, há que ter atenção à versão do sistema operativo que está presente no aparelho, sendo que será prudente pesquisar antes, se suporta atualizações. Com esta informação, podemos somar mais 2 a 3 anos anos à data de lançamento da última versão que o aparelho suporta. O resultado não é exato, mas ficamos com uma ideia aproximada até quando a vida útil do smartphone pode garantir uma utilização sem muitos problemas, sobretudo de performance (sem que as aplicações se arrastem).


 


4. O que esperar do smartphone?
Nem todos temos condições para comprar o melhor smartphone do mercado sendo que a maioria das pessoas não precisa de um smartphone que custe mais 200€ a 300€. Geralmente tende-se a pensar que quanto mais caro for melhor ele é, mas de facto não é bem assim. Portanto antes de escolher um smartphone, temos de descobrir primeiro o que esperamos dele. Vamos usá-lo para videojogos de alta performance ou apps simples e gratuitas? Vamos usar muitos recursos do smartphone, como por exemplo aceder a muitas apps em simultâneo, acesso constante à internet, streaming de música, máquina fotográfica e jogos ou apenas vamos, basicamente, fazer e receber chamadas e mandar mensagens de texto?



Se precisarmos penas de recursos, não existe justificação para comprar um aparelho caro que neste caso terá a mesma utilidade que um modelo mais mais modesto. Por outro lado, economizar alguns euros antes e comprar um smartphone que não o satisfaça pode levar a uma sensação de instisfação, resultando na troca prematura do smartphone.


 


5. Design e tamanho do ecrã


A indústria de smartphones esforça-se dia após dia para colocar no mercado smartphones cada vez mais finos. Na prática não há muita diferença entre possuirmos um modelo com uma espessura de 6,2 milímetros ou 6,3 milímetros. Por isso, por mais que peso e espessura sejam parâmetros a serem levados em consideração, não deverão ser eles os fatores determinantes para a sua compra.



Já o tamanho do ecrã tem se tornado uma característica importante, em especial devido à diversidade existente no mercado. É possível encontrar modelos ecrans que variam entre 3,5 polegadas até quase 6 polegadas. O que pode parecer demasiado grande para muitos utilizadores conseguirem colocar o smartphone no bolso, mas não suficientes para quem utiliza frequentemente para tirar fotografias em eventos. O ideal é escolher aquele que melhor se adapta às suas mãos e ao seu dia a dia.



Sabemos que o design de um produto é capaz de potenciar o seu valor. A Apple, por exemplo, afirma que boa parte do valor do iPhone se deve aos investimentos em pesquisa para se chegar ao formato ideal para o consumidor. Podemos até escolher o produto pelo design, mas convêm aliar um formato de qualidade a um hardware compatível. Um smartphone bonito e fino não é necessariamente bom ou ideal para o seu manuseio.


 


Estas são as minhas dicas, espero que ajude a quem esteja a pensar adquirir um novo equipamento. Regra de ouro: perceba bem quais as principais razões da utilização do smartphone.

Mais sobre mim

foto do autor

Calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

BlogsPortugal

Google Analytics